Como Iniciar uma Dieta Low Carb – Entrevista com o Nutricionista Daniel Novais

Nada melhor do que a ajuda de um bom profissional pra nos ajudar a alcançar nossos objetivos, não é mesmo? Confira esta entrevista com o nutricionista Daniel Novais e entenda mais sobre a dieta Low Carb, suas vantagens e benefícios, e veja também algumas dicas valiosas para sua dieta. Aproveite!

 

Hoje em dia a dieta Low Carb tem crescido muito, principalmente entre as pessoas que buscam o emagrecimento. Quais as vantagens dessa dieta?

A vantagem dessa dieta é que você vai manter o açúcar do sangue sempre em níveis basais, em níveis baixos, e você mantendo ele baixo você consegue ter um controle maior da sua saciedade, e também um controle maior sobre a queima de gordura, porque toda vez que faltar carboidrato o seu corpo vai utilizar a gordura como fonte de energia. Então, a sua glicose estando baixa você vai utilizar gordura corporal como fonte de energia e o seu perfil estético vai ficar melhor.

E comparada a outras tipos de dietas para emagrecimento, qual a vantagem da dieta low carb?

Então… em outras dietas para emagrecimento, em que se abaixa as calorias, em geral, é feita uma conta básica, por exemplo, se você consome 2000 calorias pra você emagrecer você tem que gastar 2500, mas em uma dieta low carb, isso é diferente, porque ela leva em consideração a expressão hormonal dos alimentos.  

O carboidrato ingerido gera gordura corporal, quando consumido em excesso ou com uma absorção muito rápida.Se você consome um chocolate ele vai ser absorvido muito rápido. Vai ocorrer um pico de glicose no seu sangue, e você vai gerar acúmulo de gordura com mais facilidade, além de ficar menos saciado. Já com a dieta low carb, em que o foco é o consumo de gordura, a gordura vai ser metabolizada lentamente, você vai ficar muito mais saciado durante o dia e vai ocorrer benefícios para o pâncreas, o fígado, para a atividade cerebral e também para seus músculos, porque o seu músculo vai sendo recuperado devagarzinho, sem ocorrer aquele pico de glicose no seu sangue.  

E quais são as pessoas que podem se beneficiar com essa dieta?

Todas as pessoas que têm um biotipo de ser gordinho ou que têm dificuldade em perda de gordura. Aquele magrinho que tem dificuldade pra ganhar massa muscular, não vai se beneficiar com a dieta low carb, porque ele precisa de muito carboidrato pra ganhar massa muscular.  Já as pessoas acima do peso, principalmente do sexo feminino, se beneficiam, pois os hormônios femininos tendem a fazer com que as mulheres retenham gordura na região do quadril e na região abdominal, e a dieta low carb vai fazer com que elas queimem essa gordura.

Em geral, todas as pessoas que fizerem a dieta low carb vão ficar mais dispostas, porque alguns hormônios que influenciam a disposição, como a epinefrina, dopamina e noradrenalina são antagonistas a uma glicose alta no sangue. Todas as pessoas que têm um pouquinho de sobrepeso tendem a ficar mais cansados, então essa dieta vai deixar uma disposição melhor.

Você pode dar algumas dicas para as pessoas que estão querendo iniciar uma dieta low carb?

A primeira dica é não se desesperar. Você tem que deixar sempre o carboidrato mínimo em suas refeições, mas também não precisa zerá-lo. Acrescentar fibras também é uma dica importante para frear a digestão, para que o carboidrato vá lentamente para a corrente sanguínea. Você que está querendo iniciar uma dieta low carb já pode pegar, a partir de hoje, por exemplo, o seu café da manhã, e cortar o seu carboidrato pela metade. Isso já é um excelente início. Posteriormente você pode procurar uma ajuda profissional pra te ajudar a montar uma dieta low carb de acordo com suas particularidades e com o seu organismo. 

Daniel, muitas vezes as pessoas não têm noção de quais carboidratos comer e de quais alimentos são fonte de carboidratos. Você poderia falar sobre os alimentos que são boas fontes de carboidratos em uma dieta low carb e quais são ruins?

Pra começar, na dieta low carb a pessoa não precisa se preocupar com o glúten nem lactose, esse é o primeiro passo. Glúten e lactose não são o fator primordial. Por exemplo, seria interessante colocar uma tapioca no café da manhã, pra fazer parte dessa dieta low carb? Sim e não. Se a tapioca for muito grande ela não vai ser boa, mas se a tapioca for pequena e acompanhada de fibras, já fica interessante. Temos que lembrar que a dieta low carb não quer dizer somente que a dieta é com pouco carboidrato, mas sim com qualidade de carboidratos, que devem ser de absorção lenta. Como exemplos de bons carboidratos podemos utilizar a aveia, batata doce, mandioca, podemos utilizar também um pão que seja 100% integral feito de batata doce ou inhame, também o cuscuz que tem uma quebra bem lenta. Todos esses alimentos são fontes excelentes para o café da manhã. Para os lanches podemos utilizar derivados do leite ( veja aqui receitas de iogurte natural e kefir, que têm uma quebra lenta e preenchem o pré-requisito para a dieta low carb. No almoço, não vamos exagerar no arroz, pois tanto o arroz branco como o integral possuem praticamente o mesmo índice glicêmico, que indica e resposta do açúcar no sangue após uma refeição.  Vamos optar também por outros carboidratos no almoço, que podem ser as batatas e as raízes, leguminosas, abóbora e abobrinha, brócolis, couve-flor.

Já que você está entrando em uma dieta low carb, você tem que abrir mão de alguns alimentos, pra que você atinja seus objetivos. No jantar você não pode zerar o carboidrato, mas pode deixa-lo bem baixo, então seria interessante uma omelete com um pouco de aveia, que é uma excelente fonte de carboidratos. A ceia pode ser com alguma fonte de gordura. É importante lembrar que aquela história de comer de 3 em 3 horas não é mais regra, então se você almoçou meio dia você pode fazer um lanche a tarde e jantar só 11 horas, sem problemas.

Quais fontes de fibras podemos colocar com a tapioca, você pode dar um exemplo?

Pode ser farinha de chia, farinha de linhaça, farinha de aveia, pode ser utilizada também a tapioca integral, que já está sendo comercializada em várias lojas de produtos naturais. A fibra do coco, a lasca de coco também é uma ótima opção para fazer uma tapioquinha de manhã, com um queijo branco ou um queijo amarelo, e sabemos hoje que o queijo amarelo é bem melhor que o queijo branco, porque a quebra dele é bem mais lenta.

Quais os carboidratos que seria bom evitar?

O principal, que as pessoas gostam de comer nos lanchinhos, são as frutas. Não precisa cortar as frutas da dieta, mas elas têm um horário certo pra comer, pois a fruta deve ser avaliada como um açúcar. Então qual seria um horário interessante para se comer uma fruta? Nunca como sobremesa, senão você fura a dieta. Você pode consumi-las antes do seu treino de musculação, caminhada ou outra atividade física e depois do treino, pois ela vai ajudar na sua recuperação. Nunca comer uma fruta se não for gastá-la.

Alimentos industrializados como barrinhas, salgados, biscoitos, snacks em geral também não fazem parte da dieta low carb, porque eles possuem muito carboidrato.  Toda barrinha tem um pouco de mel, todo biscoito tem adição de açúcar, e aí você vai estar fugindo do pré-requisito da dieta low carb. Tentar eliminar o excesso de arroz no almoço e no jantar e fugir dos alimentos industrializados, porque não tem como fazer uma dieta low carb e ficar consumindo esse tipo de alimento. 

Agora quem está falando é o Murilo de novamente. Vou resumir os principais pontos da entrevista para você que quer começar uma dieta low carb:

  • Não precisa zerar o carboidrato de suas refeições, mas deixe no mínimo possível;
  • Acrescentar fibras (farinha de chia, linhaça, coco entre outras fontes) em suas refeições para frear a digestão do carboidrato;
  • Cuidado com o excesso de arroz;
  • Prefira carboidratos de absorção lenta  (aveia, batata doce, cuscuz  entre outros);
  • Evite alimentos industrializados;
  • Prefira consumir as frutas antes e/ou após os treinos;

Atitude é o que Transforma!!!

Murilo Maciel 

2017-06-21T21:24:53+00:00